Escolha da Humanidade

As insatisfações geram em primeiro passo uma autodestruição em nível mínimo. Porém o seu acúmulo gera uma espiral negativa na qual a Humanidade ingressou e mal consegue sair dela.

A Humanidade tem preferido autodestruir-se levando ao cimo do desespero as suas pequenas insatisfações.
Ao vosso ver é um caminho sem volta e desalentador.

Porém a Humanidade há muito fez a sua escolha, trilhar o caminho da dor.

Apesar da infelicidade que palmilha os passos dessa estrada, ela leva, irreversivelmente, a uma encruzilhada, dores, sofrimentos que atingem um clímax tal que são capazes, por incrível que pareça, de despertar o homem.

Até mesmo quando o desespero leva à morte, não deveis vê-la como uma
fatalidade. É apenas um portal que mostrará a verdade dessa dor em outra
perspectiva dimensional.

Entrar ou não no estágio do desespero é uma escolha, um exercício de trabalhos
internos pessoais, clarificando e dissolvendo insatisfações. Que estas possam ser,
cada dia mais, transmutadas em leveza chamada satisfação

Eu clarifico a mente dos meus filhos

Ashtar Sheran
Rio, 20 / 06 / 2000

(Canalização Pilar do Ayon)

Esta entrada foi publicada em Mensagens. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *