A Responsabilidade de cada um

O pai cuida do filho e a mãe também. Os pais têm responsabilidade. Vocês oferecem a liberdade independente de controle. Devem apoiar o filho que quiser se libertar, mas não devem apoiar ou compactuar com as atitudes de destruição.

O filho vive a vida que escolhe e deve se responsabilizar pela sua escolha.

O pai e a mãe são responsáveis e às vezes o filho tem mais juízo que os pais.

Ofereça liberdade. Existe pai e mãe para organizar mostrando seus sentimentos e os filhos são livres para viverem o que quiser. São pais que um dia foram filhos e isso é tudo.

A mãe foi presenteada com estes portais de Deus, atravesse-os e sinta-os, mas não tranque suas portas – eles irão agradecer.

Você penetra neles, os sente, os acolhe naquilo que estiverem querendo mudar, mas não os tranque com você, porque eles vão gostar agora, mas mais tarde irão dizer que a mãe é que é culpada pelo assumir ou não a responsabilidade de serem livres. Eles precisam assumir suas responsabilidades para aprenderem a ser livres.

A geladeira da alma é aquecida pelo calor de Deus, isto é, pelo amor de Deus que está sempre.

Aprovar o bom e não aprovar o que não é bom para você. Você já sabe hoje pelos passos que já deu . Conquistou grandes passos o que é sagrado para você, mas eles não sabem. Sua missão é mostrar e não compactuar com o profano que lhe incomoda senão você estará paralisando o seu crescimento e o deles também. Faça, mas nunca force nada, apenas mostre a vida e a liberdade.

Confie! Você sabe do seu amor. Nesse amor nenhuma lágrima rola igual seja de dor ou de emoção. Você está vendo, ele ainda não sabe. Sabe, mas não sabe. Eu sei do seu amor, de suas dores, da entrega mesmo.

A amplidão causa medo – estou dizendo o ir para o Mundo para ter liberdade e ver o que acontece ou o insistir na destruição.

A justiça é feita pelo Pai e com esta energia (a justiça divina) Ele é dentro de você. Eu sou com ele em todos os caminhos, isto é, quero dizer que em qualquer lugar que ele esteja eu estarei também, mas não me entregando ou aprovando a destruição.

Eu vejo, pois estou em todos, mas não aprovo. Meus filhos batem uns nos outros, se matam e isto não é justiça, é prisão se você vê e aprova. Não abençoe, não diga amém para nenhuma destruição.

Não atropele o seu tempo, mas o momento é já, já está acontecendo, é o agora. O novo vai acontecer.

Quando o pai não vê o que a mãe vê, a mãe deve conversar com o pai para ele ver também, mas não espere um sorriso dele. Faça seu semblante santo espelhando a sua verdade e ela irá ajudá-la – a verdade, a benção da verdade. Não se preocupe (mostrou duas pirâmides juntas). Não precisa nem chamar porque já estou.

Confie. Fale o que tem que falar que as coisas irão mudar.

Ashtar Sheran
7 de novembro de 2001
(Canalização Pilar do Espaço Aÿon)

Esta entrada foi publicada em Mensagens. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *